in

No dia em que STF criminalizou homofobia, Globo exibe beijo gay em rede nacional

Reprodução: TV Globo
Publicidade

No dia em que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que homofobia passa a ser tratadA como crime, assim como racismo, a Globo exibiu, coincidentemente, um beijo gay entre dois atores na série Sob Pressão.

Após a exibição, o beijo entre Décio (Bruno Garcia) e Kléber (Kelner Macêdo) foi bastante comentado nas redes sociais e tornou-se um dos assuntos mais comentados do Twitter.

Bruno Garcia comentou sobre a cena em entrevista ao portal Gshow, da Globo. “Zero problema em dar um beijo na boca de outro homem, pelo contrário, é até um desafio dramatúrgico maravilhoso”, afirmou o ator.

Publicidade

Garcia também explicou que antes de a cena ir ao ar ele e Kelner conversaram sobre como seria apresentada ao público. “A gente está fazendo um seriado que é realista. Não tem discussão: ‘Vamos dar o beijo e é isso, vamos só cuidar para que a cena seja delicada e não pareça apelativa'”, justificou o ator.

Publicidade

Kelner afirmou que independente de orientação sexual, as pessoas devem ser livres para viver, desejar, ser e existir. Ele ressaltou que é importante ser bem resolvido com os próprios desejos.

Na trama, Kléber é paciente do médico Décio e o beijo expôs um conflito ético na relação médico-paciente. Na série, o beijo entre os dois aconteceu em frente ao Hospital São Tomé Apóstolo.

Nesta quinta-feira (23), a votação sobre criminalização da homofobia no STF atingiu maioria (seis votos) a favor. O resultado está definido, mas a votação foi suspensa e será retomada no dia 5 de junho. Nas redes sociais, a decisão do STF gerou bastante debate.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br