in

Repórter que acusa Datena de assédio recebe terrível diagnóstico: ‘não vai me abalar’

Instagram Bruna / Band
Publicidade

Em janeiro deste ano foi divulgado que a jornalista Bruna Drews, de 35 anos, estava processando José Luiz Datena, de 61, por assédio. A ação foi protocolada no Ministério Público de São Paulo.

Publicidade

Nesta quinta-feira (23), Bruna usou as redes sociais para falar novamente sobre o caso, mas, de forma indireta, sem citar o nome do apresentador. Ela explicou que foi diagnosticada com uma doença grave, mas que pretende dar a volta por cima.

Publicidade

“Hoje, depois de muitos meses, eu me olhei no espelho e disse: ‘chega’! Vou lutar como nunca porque tudo passa e não vão conseguir me derrubar! Chega de dor e chega de medo! Esta semana recebi um outro diagnóstico: STRESS PÓS TRAUMÁTICO GRAVE e quem me acompanha deve saber exatamente o motivo. Não vai me abalar”, escreveu Bruna em seu Instagram.

A postagem repercutiu, com mais de 4 mil likes e 600 comentários. Ela afirmou ainda que a Bruna de antigamente está presente e que quer novamente a paixão, a empolgação, o brilho no olho e o sorrisão.

Publicidade

Muitos internautas a apoiaram e criticaram Datena. Por outro lado, também houve críticas à jornalista. “Tá querendo dinheiro”, comentou um seguidor. “Eu não acredito na sua história”, disse outro.

Bruna alega que foi chamada de “gostosa” por Datena em algumas oportunidades, e que o apresentador do Brasil Urgente, da Band, teria lamentado o fato de ela namorar uma mulher; além de dizer que se tocou pensando nela. O caso corre na Justiça. Assédio é crime, mas é preciso comprovar que houve de fato a ação passível punição. Datena nega as acusações.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.