in

Imagens internas da igreja mostram atirador abrindo fogo contra fiéis em Paracatu (MG)

Reprodução / YouTube O Tempo
Publicidade

A cidade Paracatu, região noroeste de Minas Gerais, viveu uma noite de terça-feira (21) trágica. Por volta das 22h, o ex-militar das Forças Armadas, Rudson Aragão Guimarães, de 39 anos, invadiu o templo da Igreja Batista Shalom, no bairro Bela Vista, e matou três pessoas no local.

Publicidade

Antes disso, ele havia matado a ex-namorada com um golpe de estilete. Ela estava na casa da mãe de Rudson quando foi atacada. Socorrida, não resistiu aos ferimentos e morreu. Saindo dali, o atirador se dirigiu à igreja.

Publicidade

Câmeras de segurança de uma casa localizada em frente à igreja gravaram Rudson tentando arrombar o portão do local. Depois de muito insistir, ele consegue acesso à área interna da igreja, onde havia uma reunião com alguns membros.

A câmera instalada dentro da igreja mostra o momento em que tudo acontece. Rudson entra no local, com arma em punho, dando ordem às pessoas que estão reunidas. Há mulheres e crianças no interior do templo.

Publicidade

As pessoas ficam desesperadas, sem saberem como agir. Em determinado momento, Rudson atira na direção de um homem. Dá para ver a faísca de fogo saindo da arma. O tiro parece ter acertado um homem que está próximo ao púlpito. Ele manca e coloca a mão na altura da coxa. O vídeo termina aí.

O atirador matou três pessoas dentro da igreja. A terceira vítima foi feita depois que a Polícia chegou ao local. Agentes atiraram na clavícula de Rudson para rendê-lo. Ele foi encaminhado ao hospital da cidade e populares queriam entrar na unidade para espancá-lo. A Polícia teve que intervir para evitar que o atirador fosse morto.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.