in

Barragem da Vale pode se romper no próximo domingo e MP toma forte decisão

Ramon Bitencourt/O Tempo/Estadão Conteúdo

Uma notícia divulgada no início dessa noite de quinta-feira (16) deixou assustada a população de Barão de Cocais (MG). Segundo um documento da Vale, ao qual o Ministério Público teve acesso, a barragem de Gongo Soco pode se romper até o próximo domingo (19).

Para quem não conhece a região, essa estrutura fica a apenas 100 quilômetros de Belo Horizonte e a 144 quilômetros de Brumadinho, local onde rompeu outra barragem da Vale no mês de janeiro deste ano e que deixou 240 mortos e 30 desaparecidos até o momento.

O Ministério Público já estabeleceu um prazo de apenas seis horas para que a mineradora informe ao órgão como será feito o alerta de riscos para a população que poderá ser atingida e qual o apoio que será prestado no caso do rompimento da barragem.

A equipe da Vale concedeu uma entrevista para o portal UOL informando que ‘não há elementos técnicos’ para que sejam afirmados o comprometimento da barragem, só que mesmo assim estão sendo tomadas providências e será feito um novo simulado de evacuação no próximo sábado (18) para que seja reforçado o treinamento da população.

“De acordo com os dados atuais de monitoramento pelo radar instalado na cava, existe a possibilidade de deslizamento do talude norte da Cava de Gongo Soco. As trincas no talude estão evoluindo e os dados de monitoramento demonstram que a movimentação no talude norte da cava está aumentando”, disse o Ministério Público.

No início da semana a Vale informou que houve uma movimentação no talude (estrutura semelhante a uma escadaria) que fez colocar uma barragem em nível de alerta para o seu rompimento.

Apoio à população

Em uma recomendação expedida hoje, o Ministério Público pede para que a Vale faça esclarecimentos sobre todos os riscos que a população está sujeita e que informe por meio de carros de som, jornais e rádios quais os riscos.

Não bastasse isso, o MP solicita também apoio logístico e psicológico, bem como atendimento médico, insumos, alimento, medicamentos, transportes e o que mais precisar caso aconteça o rompimento e que haja atendimento 24 horas em regiões próximas.

Leia Também

Escrito por Nado News

Sou formado em Sistemas de Informação com pós-graduação em Gerenciamento de Projetos em T.I. Além de atuar como programador há 8 anos, trabalho também como redator há cerca de 3 anos, o que fez despertar uma nova paixão. Tanto que, atualmente, sou graduando em Letras - Português e Inglês. Escrevo sobre tudo o que envolve o mundo do entretenimento, além de falar sobre esportes e as principais notícias do dia a dia. Pode entrar em contato comigo através do e-mail nado_news@hotmail.com .

Next post

Barça e os 300 milhões que deixam Messi em apuros

Jornal Nacional lança chumbo grosso contra Bolsonaro, mas Bonner é quem paga caro