in

Professora que vai virar filme enganou todo mundo e até diploma de Harvard é falso

Foto: Alex Silva/Estadão

Recentemente, o nome da professora Joana D’Arc Félix de Sousa virou assunto por conta de um filme sobre a vida dela. Quem faria a professora seria a atriz Taís Araújo, que foi considerada de pele muito clara para o papel e acabou sendo criticada. As críticas foram tantas que Taís desistiu de fazer a personagem.

Nesta terça-feira, 14 de maio, o nome de Joana D’Arc Félix de Sousa voltou ao noticiário por um motivo alarmante. O jornal O Estado de São Paulo decidiu investigar o currículo da professora, que garantia que tinha entrado na faculdade aos 14 anos, além de ter supostamente se formado em Harvard, uma das universidades de maior prestígio no planeta. 

Resultado? O jornal descobriu que a professora enganava a todos há anos. Em contato tanto com Harvard, como também com quem aparece assinando o diploma, o jornal descobriu que o documento era falso. Havia, inclusive, um erro da gramática inglesa no papel. 

Veja abaixo o diploma falso que a professora divulgava como se fosse verdadeiro:

A professora também chegou a dizer que morou dois anos em Cambridge, nos Estados Unidos. Porém, não há testemunhas que comprovem isso. O nome dela foi pesquisado dentro dos órgãos oficiais do governo americano e nada foi encontrado. 

 Só depois de ser questionada sobre o diploma que enviou ao Estadão, ela disse que o documento foi feito para uma “encenação de teatro”. “Mas eu não concluí (o pós-doutorado), eu não tenho certificado”, afirmou. 

Ao contrário do que diz em seu currículo, ela também informou que não trabalhou no laboratório da universidade e nem morou na cidade de Cambridge.

Leia Também

Escrito por Fernando B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.

URGENTE: antes de greve, Bolsonaro recua, e cancela cortes na educação

Porco com corpo de cabra e língua de humano choca os internautas, confira as fotos