in

Palmeiras aceita vender Miguel Borja

Foto: Jales Valquer / Framephoto / Estadão
Publicidade

Finalmente, o Palmeiras encontrou o time ideal para a temporada de 2019, porém, a equipe escalada pelo técnico Luiz Felipe Scolari não conta com a contratação mais cara da história do Verdão: o centroavante Miguel Borja.

O colombiano sofreu fortes críticas da torcida alviverde no início da temporada, fazendo com que Deyverson assumisse a titularidade da equipe. Borja ficou sem atuar durante mais de um mês, até ser escalado contra o San Lorenzo, pela Copa Libertadores da América, mas passou em branco no duelo.

Por conta de seu alto custo aos cofres do Alviverde, a diretoria não pensa em deixar o centroavante no banco de reservas. O Palmeiras não esconde o desejo de vender o atleta para conseguir pelo menos um lucro em cima do artilheiro da equipe na temporada de 2018. A equipe aceitou vender o atleta no meio do ano e aguardará boas propostas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Só neste ano, o Palmeiras foi procurado por diversos clubes do Brasil e da Colômbia, que demonstraram interesse em Borja, por empréstimo até dezembro. Entretanto a ideia do Verdão é tentar vendê-lo para algum clube da Europa, Ásia ou Oriente Médio, para fazer dinheiro com a transferência do camisa 9.

A diretoria alviverde sabe da possibilidade de não recuperar os R$ 33 milhões investidos em sua compra feita junto ao Atlético Nacional, no início de 2017. 

Nesta temporada, o camisa 9 disputou 12 jogos e marcou apenas 3 gols, uma marca considerada baixa pelo valor de mercado do colombiano. Diferente de 2018, quando terminou com 20 gols e fez sua melhor temporada com a camisa do Palmeiras.

Publicidade
Publicidade
Bruno Avila

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com