in

Agressão e processo milionário: termina relação de Ronaldinho com uma de suas namoradas

Reprodução / Instagram Ronaldinho
Publicidade

Ronaldinho Gaúcho é um dos ex-jogadores mais aclamados das redes sociais. “Bruxo”, como é chamado por alguns por causa de seus dribles fantásticos, também faz “bruxisses” fora de campo. Uma delas é o fato de sempre aparecer em lugares improváveis e inesperados, como quando surgiu tocando tambor na abertura da Copa do Brasil. Outra “bruxisse” de Ronaldinho foi namorar com duas mulheres ao mesmo tempo.

Publicidade

Mas o relacionamento triplo chegou ao fim da pior forma possível. A jornalista mineira Priscilla Alves Coelho entrou com ação judicial milionário contra Ronaldinho Gaúcho. O caso foi levado à Vara de Família do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. O “trisal” morava na Barra da Tijuca.

Publicidade

Priscilla pede partilha de bens referente ao período em que viveu com Ronaldinho e indenização. O romance durou de 2012 até dezembro do ano passado. No processo, a jornalista diz ter aceitado a relação com Ronaldinho e outra mulher.

Segundo ela, no dia 17 de dezembro de 2018, o ex-jogador a agrediu com um empurrão na rua do condomínio onde morava. Ela não registrou queixa quando a suposta agressão teria ocorrido. As informações foram divulgadas pelo Blog do Léo Dias, no UOL.

Publicidade

A jornalista mineira pede um terço de tudo que Ronaldinho ganhou enquanto eles estiveram juntos. Nas contas dela, como o ex-jogador vivia um relacionamento a três, cada um teria direito a um terço. Ela, a outra namorada, Beatriz Souza, e Ronaldinho.

Gaúcho tem patrimônio avaliado em mais de R$ 270 milhões. Entre 2012 até o término de sua carreira, ele atuou no Flamengo, Atlético-MG – onde conquistou a Copa Libertadores da América –, Querétaro, do México, e Fluminense. O advogado de Ronaldinho, Sérgio Queiroz, diz não ter conhecimento do caso.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.