in

Grande artista morre aos 85 anos, e Globo presta homenagem

Fotomontagem: Globo
Publicidade

Neste ano, o Brasil está se acostumando com grandes perdas, pois já aconteceram diversas tragédias. Mortes de alguns artistas também estão pegando a população do Brasil de surpresa.

Publicidade

Um artista que se destacou por belas peças em barro que representavam personagens do imaginário nordestino acabou falecendo nesta sexta-feira, dia 26 de abril, em Goiana, na Região Metropolitana de Recife.

Publicidade

Em Pernambuco, vivia uma grande entidade da população, mas que aos 85 anos já sofria com Alzheimer. Trata-se de Zé do Carmo, que era um ceramista e tinha o título de Patrimônio Vivo de Pernambuco.

O artista estava internado e acabou sofrendo uma parada cardíaca, não resistiu e deixou toda a população em luto. O Grupo Globo não deixou a morte de Zé do Carmo passar em branco e prestou homenagens.

Publicidade

Primeiramente, uma reportagem em um jornal local da Rede Globo lembrou do artista e noticiou a sua morte. Já em alcance nacional, uma reportagem no G1 foi publicada e noticiou o luto pelo artista, lembrando de toda a sua trajetória como artista.

O velório ocorreu no mesmo dia da morte do artista e o governador Paulo Câmara, do PSB, apontou que a cultura perde uma das suas principais referências.

Zé do Carmo só havia cursado o ensino fundamental e também esculpia em pedras. Muitos defendiam a criação de museu para todas as artes deste grande homem pernambucano.

A lamentação grande, publicada na UOL, se dá por conta de Zé do Carmo ter morrido sem ter a construção de seu Museu, que já chegou a ser um projeto cogitado pelo Governo.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Bruno Avila

Escritor de futebol e política desde 2016, quando comecei o trabalho na Blasting News. Hoje migrei ao 1News e sou um dos escritores mais lidos do site.

Centrais sindicais avisam que greve geral irá parar o Brasil em breve, saiba quando

Romero faz ‘sacrifício’ e revela futuro