in

Willian Arão faz exigência ao Flamengo após título carioca

Reprodução: Diário Carioca
Publicidade

Nesta segunda-feira (22), o clima no Flamengo é de festa após o título do Campeonato Carioca em cima do maior rival Vasco. O Mengão bateu o Vasco por 2 a 0 no segundo jogo da final, chegando à vantagem de 4 a 0 no agregado e garantiu o título do Estadual Carioca.

Publicidade

Apesar da festa e comemoração nas últimas horas, agora a equipe rubro-negra busca ter foco na partida decisiva que terá na quarta-feira (24), pela Copa Libertadores da América, contra a LDU.

Publicidade

O meio-campista Willian Arão, por exemplo, deixou claro para os torcedores e atletas do Flamengo que é necessário virar a chave do título carioca, apesar de reconhecer que a conquista do Estadual é importante para aumentar a confiança da equipe.

Aproveitei com minha filha e com minha esposa. Estou muito feliz. Sem dúvidas (o título carioca) dá um gás. Temos mais uma decisão. A gente sabe da importância desse jogo (contra a LDU). Já festejamos, curtimos. Agora é virar a chave para se preparar da melhor forma possível”, disse Willian Arão.

Publicidade

Para o jogo desta quarta-feira, pela Copa Libertadores da América, o meio-campista Rubro-negro destacou que a partida deve ser um pouco mais difícil para o Flamengo. Isso porque, a equipe equatoriana precisa vencer para seguir viva na competição.

Dessa vez, a LDU deve buscar o controle da partida, além de partir para cima do Flamengo, coisa que os outros rivais do Mengão não fazem. 

A gente sabe que será um jogo difícil, complicado. Eles precisam nos atacar. Então teremos mais espaço para contra-atacar e explorar os buracos que eles vão dar. Temos que aproveitar isso para sairmos com a vitória”, completou Arão.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Bruno Avila

Escritor de futebol e política desde 2016, quando comecei o trabalho na Blasting News. Hoje migrei ao 1News e sou um dos escritores mais lidos do site.

Após título, Jadson publica forte zoeira com o São Paulo

‘Não me interesso com quem não chega ao meu tom de pele’, diz dentista que recebe castigo