in

Fiéis são crucificados de verdade para relembrar a Paixão de Cristo

Euronews
Publicidade

Cada país tem sua própria maneira de celebrar a Semana Santa, mas nenhum traz imagens tão fortes como o que acontece ao norte das Filipinas onde vários fiéis são crucificados, com pregos de verdade que trespassam pés e mãos dos fiéis que ficam em cruzes.

O país conta com uma população na sua maioria católica e é conhecido no mundo inteiro pela reprodução pra lá de realista do que aconteceu nos últimos momentos de vida que Jesus teve na Terra antes de morrer na cruz. Várias advertências já foram feitas condenando tais atitudes, inclusive o Vaticano se mostrou contra, mas não tem adiantado muito.

A questão é que a demonstração de devoção dos filipinos acaba sendo acompanhada de rituais violentos, pois durante as procissões os homens usam varas de bambu para se flagelarem, enquanto outros carregam pesadas cruzes. Milhares de turistas comparecem ao local todos os anos para registrarem estes momentos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Na província filipina de Pampanga, uma imagem rara chamou a atenção de todos, pois uma mulher quis ser crucificada entre os muitos homens. Mary Jane Sazon quis fazer este sacrifício para a recuperação de sua mãe que está com a saúde debilitada. Um turista alemão ficou chocado quando viu que estes fiéis eram ‘pregados’ de verdade nas cruzes.

Cada prego tem quase 10 centímetros e o corpo de cada crucificado é preso na cruz também com a utilização de panos, para que não sofram tanto.

Alguns fiéis ainda usam coroas de espinhos e ficam com o corpo todo machucado, precisando de cuidados especiais quando a cerimônia termina. A Igreja pede que os fiéis passem a Quaresma em oração e procurando fazer o bem ao próximo.

Publicidade
Publicidade
Russel

Escrito por Russel

Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: [email protected]