in

Crise sem fim: após 30 anos, Globo passa por derrota histórica para a Record

Reprodução/Globo

A Globo é conhecida por ser a emissora líder de audiência em todo o país. A sua programação tradicional conquistou milhões de brasileiros em seus mais 50 anos no ar e o canal de Roberto Marinho, ainda hoje, dita os costumes de muita gente país a fora.

Porém, o império do canal carioca está mais que ameaçado devido a vários fatores: além da rede estar perdendo audiência em programa tradicionais, a crise em praças específicas, como a Bahia, por exemplo, está tornando o sono dos diretores do canal muito mais leve.

Publicidade

A TV Bahia, afiliada da TV Globo no estado nordestino é uma das que mais tem sofrido em audiência em todo o Brasil e já houveram várias tentativas de reverter essa situação.

O canal que é pertencente à família de Antônio Carlos Magalhães, finado senador, contratou um dos maiores nomes da Record TV local e mesmo assim não conseguiu se destacar no Ibope.

Publicidade

Para se ter uma ideia, o investimento deu tão errado, que até a programação nacional está sendo praticamente enterrada pela concorrência.

Dessa vez, o programa que entrou na mira da Record foi o de Faustão. A queda histórica do dominical aconteceu após 30 anos na liderança. No mês de março deste ano, Fausto fez a Globo perder para Rodrigo Faro e o Domingo Espetacular.

Especialistas em televisão afirmam que o sinal vermelho já está aceso, uma vez que foi a primeira média mês em que Faustão se vê atrás de um concorrente. Foram 11,5 do canal de Edir Macedo, contra 11,3 da Globo.

Nem a novela das nove está conseguindo tirar a Globo do fundo do poço. O Sétimo Guardião já vem acumulando derrotas para a reprise de A Terra Prometida.

O carnaval também derrubou o ibope da filial global na Bahia. A Record venceu até durante a madrugada, quando exibe programação religiosa.

Publicidade

Leia Também

Escrito por I Feitosa

Escrevo sobre TV, famosos e entretenimento desde 2011.

A atenção nos detalhes é o que nos faz prosperar.

Final do Paulistão provocará ‘raxa’ em várias famílias; entenda

Como era o mundo a última vez que o SPFC ganhou o Paulistão