in

Greve de caminhoneiros afeta 40% dos postos portugueses; situação deve piorar

Anovademocracia/Montagem-Russel
Publicidade

Os caminhoneiros em Portugal decidiram fazer greve e a situação naquele país está bastante complicada, pois 40% dos postos não têm combustível e até o aeroporto de Lisboa já está sendo afetado.

Nesta última terça-feira (16), o governo de Portugal decidiu declarar situação de alerta porque já há uma crise energética por lá. Com esta decisão, agora o governo poderá mobilizar os militares e também as forças de segurança para que o abastecimento seja garantido dentro do possível.

E por causa desta declaração de alerta os motoristas habilitados para veículos pesados deverão ajudar a transportar os combustíveis sempre que houver uma solicitação, sendo que as forças de emergência e segurança serão sempre priorizadas no abastecimento.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

De acordo com a agência EFE, a greve teve início nesta última segunda-feira (15) e não há prazo para terminar, ou seja, a cada dia a situação irá piorar mais um pouco. Esta paralisação foi convocada pelo Sindicato Nacional de Transportadoras de Mercadorias Perigosas e a exigência é que seja criada uma categoria profissional para estes trabalhadores.

O governo português chegou a aprovar a ‘requisição civil’, para que assim possa garantir as operações mínimas que irão garantir os serviços essenciais de funcionarem continuamente. Este recurso só foi usado durante o atual governo na greve de enfermeiros, mas muitos acreditam que a situação agora é bem pior. Em Lisboa, nos poucos postos onde ainda há combustíveis, estão sendo formadas imensas filas de carros, motos e caminhões.

Publicidade
Publicidade
Russel

Escrito por Russel

Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: [email protected]