in

Quem é brasileira que doou milhões a Notre-Dame, enquanto Museu Nacional é ‘esquecido’?

Créditos: Reprodução Glamourama
Publicidade

Recentemente, o mundo viu chocado o incêndio que atingiu a Catedral de Notre-Dame, em Paris. Enquanto ainda tenta-se entender o prejuízo ao local, bilionários do mundo inteiro ajudam com  doações, que servirão para a reconstrução do monumento.

Os valores somados chegam a quase cinco bilhões de reais. No entanto, a maior parte desse dinheiro ainda não foi entregue pelos doadores, que apenas fizeram o anúncio em público. O valor da doação já é até alto, que até os franceses já desconfiam que todos os ricaços vão mesmo participar da ‘vaquinha’ pela reconstrução de Notre-Dame. 

Um exemplo disso é a construção da Fundação Louis Vuitton, bancada por Arnault: dos quase € 800 milhões (R$ 3,52 bilhões) que a obra inaugurada em 2014 consumiu, mais de € 600 milhões (R$ 2,64 bilhões) foram levantados via incentivos fiscais federais, de acordo com o grupo francês anticorrupção FRICC.

Publicidade

O curioso é que até uma brasileira fez uma quantia generosa diante dessa tragédia. Trata-se de Lily Safra, uma das donas do Banco Safra. Ela fez uma doação de vinte milhões de euros, valor que convertido em reais chega a quase noventa milhões. Isso tudo enquanto o Museu Nacional, alvo de um incêndio no ano passado, ainda aguarda dividendos para uma reconstrução. 

Publicidade

A fortuna de Lily Safra é uma das maiores do Brasil. A quantia supera cinco bilhões de reais. A fundação ligada ao banco também já patrocinou assuntos culturais no Brasil. 

A socialite é tão rica que foi apelidada pela viúva de Roberto Marinho (dono das Organizações Globo), de ‘Lily Dourada’. 

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Fernando B

Escrito por Fernando B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.