in

Ex-presidente, aliado de Lula tenta se matar com tiro na cabeça; ele está em coma

pleno.news
Publicidade

Há um ano, o ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, foi preso por um caso de corrupção com a empreiteira Odebrecht, em que ele teria recebido um apartamento tríplex, no Guarujá, em troca de favorecimentos com a empresa em firmamentos de contrato com a Petrobrás.

Lula tinha vários aliados na América do Sul, um deles era Alan García, que presidiu o Peru durante dois mandatos, um em 1985 e outro em 2006. Agora, o ex-presidente Alan vem sofrendo condenações e sofreu uma que o levaria para a prisão.

Alan García foi condenado por receber uma quantia ilegal da Odebrecht na campanha presidencial das eleições de 2006. O ex-presidente ficou sabendo da nova condenação e os policiais já estavam em sua porta para prendê-lo. A detenção, no entanto, era de somente dez dias, mas foi o suficiente para Alan não aguentar a pressão.

Publicidade

O ex-presidente peruano disparou, antes dos policiais entrarem em sua residência, contra a sua própria cabeça para tentar o suicídio. O tiro acertou o pescoço e ele não conseguiu se matar. Os policiais o levaram para o hospital Casimiro Ulloa e terá que passar por uma cirurgia.

Publicidade

Atualmente, Alan está em coma e seu está é considerado “crítico e muito sério“, conforme disse a ministra de saúde, Zulema Tomas. Os procedimentos acontecerão e o ex-presidente, caso consiga retomar a sua vida normalmente, cumprirá a sentença. A notícia vem se espalhando em todo o Peru, até porque Alan é muito popular por lá. A Odebrecht responde a mais um processo, desta vez fora do país.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Bruno Avila

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com