in

Jogador que morreu e ressuscitou quer voltar ao futebol 5 anos depois do milagre

Reprodução / Facebook Everton Costa

Os torcedores do Grêmio, Internacional, Santos e Vasco conhecem bem Éverton Costa. Hoje, com 33 anos, o jogador completa cinco anos longe dos gramados. Ele teve que abandonar a carreira em 2014, quando defendia a equipe cruzmaltina, devido a uma arritmia cardíaca.

Em partida do Vasco contra o Resende, pela Copa do Brasil, Éverton sofreu um mal súbito e teve que ser socorrido às pressas. Na ambulância, ainda dentro do estádio São Januário, o ex-jogador teve que ser reanimado para voltar à vida.

Em estrevista, o ex-atleta afirmou ao UOL que comemora a data – o jogo aconteceu exatamente no dia 16 de abril 2014 – porque foi um renascimento. Ele diz que Deus deu mais uma chance para que pudesse viver naquele dia.

Agora, cinco anos depois do milagre, Éverton quer voltar ao futebol. Mas não para jogar. O ex-jogador busca uma função fora de campo. Nos últimos anos, ele se dedicou a cursos de gestão esportiva, análise de desempenho, scout, treinador, coaching, entre outros.

Nos últimos anos, ele estagiou no Flamengo, atuando no setor de análise de desempenho, e participou de congresso no Palmeiras. Seu último trabalho, terminado em setembro do ano passado, foi na base do Coritiba, onde atuou como observador técnico. 

Na entrevista, Éverton afirmou que as vezes chora recordando o período em que era jogador e imaginando que poderia estar atuando até hoje.  Apesar disso, ele comemora o fato de estar vivo e classifica isso como mais importante. Afinal de contas, o ex-jogador ficou por alguns segundos morto.

Leia Também

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Next post

Corinthians pode ir ao Mundial de Clubes de 2021 se vencer a Sul-Americana; entenda

Em áudio vazado, Tássia acaba com Regina Duarte e revela podres da atriz: Vaca só faz isso