in

Polícia flagra menino de 7 anos dirigindo; pai estava embriagado no banco do passageiro

Reprodução: Deposit Photos

Policiais rodoviários abordaram um carro e ficaram surpresos quando viram que um menino de apenas 7 anos estava ao volante, enquanto o pai estava no banco do passageiro e com sinais de embriaguez.

O flagra foi na Rodovia Marechal Rondon, a SP-300, na madrugada deste último domingo (16), em Bauru, São Paulo. Os policiais prenderam o sujeito de 31 anos, que acabou indo parar na delegacia.

O homem foi autuado por entregar a direção do veículo a uma pessoa não habilitada, além de não ter obedecido a ordem de parar. Ainda tem o fato de que o licenciamento do carro está vencido, o veículo encontra-se em péssimo estado de conservação, com problemas no pneu e até no para-brisas.

Os policiais disseram que o flagra se deu na altura do quilômetro 338, mas o carro não parou diante do sinal dado e uma perseguição teve início. Quando finalmente conseguiram parar o carro, o garoto de 7 anos estava dirigindo e o pai no banco do passageiro, segurando uma garrafa de uísque.

No celular do pai havia um vídeo em que o filho estava dirigindo enquanto ele dava todas as orientações, agora a polícia tentará descobrir há quanto tempo a criança conduziu o veículo.

Na Central de Polícia Judiciária, o homem prestou depoimento e poderá responder em liberdade por todos os crimes. A mãe da criança foi informada, ela está separada do pai do menino há cerca de 5 anos e não sabia que ele estava fazendo isso.

Certamente este homem terá dificuldade em conseguir ficar com o filho novamente, depois desta atitude irresponsável.

Leia Também

Escrito por Russel

Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: russelmy@yahoo.com.br

Next post

Bolsonaro toma atitude após STF ordenar bloqueio de contas do WhatsApp

Messi pede o jogador mais desejado pelo Real Madrid e não é Mbappé