in

Ministro manda bloquear contas do WhatsApp de quem falou mal do STF

Reprodução / Youtube
Publicidade

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), tomou uma medida considerada polêmica. Ele solicitou o bloqueio de contas de usuários do WhatsApp que falavam mal da corte. Por enquanto, sete usuários estão na ação. Essas pessoas também são investigadas pelo que o ministro considera ofensas ao tribunal.

Segundo o processo, que corre em sigilo, as mensagens seriam de ódio contra a corte. A Polícia Federal, inclusive, realizou buscas e apreensão em três estados brasileiros nesta terça-feira, 16 de abril. A medida foi criticada na internet e considerada até como cercear a liberdade de expressão. 

Publicidade

No entanto, segundo o Ministro Alexandre de Moraes, o objetivo da ação não seria a censura, mas apurar o que ele chama de divulgação de notícias falsa em massa pelas redes sociais.  Entre as mensagens que são investigadas, estão a de internautas que pedem o fechamento do STF. 

Publicidade

De acordo com informações do site da revista Veja, uma das postagens que entraram na mira do STF foi publicada por um policial civil do estado de Goiás com o seguinte teor: “O nosso STF é bolivariano, todos alinhados com os narcotraficantes e corruptos do país. Vai ser a fórceps”.

Publicidade

Em outras publicações, o Supremo é comparado a uma quadrilha de criminosos e os internautas são instigados a reagirem contra a corte. Vale lembrar que a constituição brasileira permite a liberdade de expressão. 

Entre os alvos também está o general da reserva Paulo Chagas. Ele é acusado de fazer publicações ‘violentas’ conta a mais alta corte de Justiça do país.

Publicidade
Fernando B

Escrito por Fernando B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.