in

Homem que ajudava bombeiros no desabamento na Muzema entra em desespero e motivo choca

G1

Na manhã desta segunda-feira (15), os Bombeiros encontraram o corpo de mais uma vítima do desabamento dos prédios na Muzema, localizado na Zona Oeste do Rio de Janeiro. A 11ª vítima foi uma mulher, identificada como Antônia Sampaio, que tinha 31 anos. O desastre ocorreu na sexta-feira (12).

Ao longo da atividade na qual foram retirados os corpos dos escombros, um homem, que estava acompanhando o trabalho realizado pelos bombeiros, entrou em desespero; ele era o esposo da vítima.

Esta segunda foi o quarto dia de buscas nos destroços. Os bombeiros já encontraram 11 pessoas mortas e eles estimam que haja, no mínimo, 13 pessoas desaparecidas.
Os vizinhos relataram ter escutado a vítima gritar por baixo dos escombros, quando ocorreu a tragédia. A família fez a confirmação da identidade da vítima.

Cães farejadores estão sendo utilizados na atividade de busca, como também informações que são passadas por pessoas que moram na região. No início desta manhã, foi dada a permissão pelos bombeiros para que as pessoas que moravam em algumas casas que estão interditadas pudessem tirar seus objetos pessoais, tais como roupas, remédios e até mesmo animais domésticos.

O trabalho dos bombeiros deverá ocorrer até mesmo debaixo de chuva. Conforme o Centro de Operações Rio, a cidade deverá continuar com fortes chuvas por mais algum tempo. O céu deverá ficar com a predominância de nuvens, com chuvas de fraca a média intensidade em lugares isolados na parte da manhã e temporais isolados no começo da tarde.

Leia Também

Escrito por Olinda Farias

Procuro estar sempre ligada em todas as informações, principalmente relacionadas ao mundo esotérico. Além de gostar muito, levo muito a sério tudo que escrevo, seja sobre horóscopo, simpatias, orações e afins. Comigo você sempre estará muito bem informado(a).
.

Next post

Menino de 4 anos dispara arma acidentalmente contra irmã de 6 e tragédia atinge família

Vídeos: incêndio destroi Igreja de Notre Dame, em Paris, e imagens impressionam; veja