in

Record TV tira apresentador que criticou Jair Bolsonaro do ar

TV Record / Correio Braziliense

A Rede Record de Televisão fez uma grande reformulação em um dos programas mais assistidos da emissora. Trata-se do Domingo Espetacular, que é transmitido em todas as noites de domingo, com um tom investigativo, muito comparado com o Fantástico, da TV Globo, inclusive fazendo concorrência com o programa global.

Atualmente, o programa tem alguns apresentadores, dentre eles o jornalista Paulo Henrique Amorim. O âncora se envolveu em algumas polêmicas, recentemente, ao dar opiniões políticas e surgiu um boato de que o Governo Bolsonaro estaria pressionando sua demissão da emissora.

Algum tempo depois, a Rede Record retirou Paulo Henrique Amorim do ar e elegeu Eduardo Ribeiro como o âncora do Domingo Espetacular. Amorim, no entanto, tem contrato com a emissora até 2021 e, caso o contrato não seja renovado, Ribeiro será o substituto definitivo do experiente jornalista dentro da emissora.

A retirada de Amorim do ar não tem qualquer relação oficial com a relação entre o Governo Bolsonaro e a Rede Record de Televisão, mas as especulações são grandes e apoiadores do presidente comemoram o fato nas redes sociais. Inclusive, em um dos posts, Amorim é chamado de ‘comunista’:

Bolsonaro sempre optou pela Rede Record em vez da Rede Globo. Um grande exemplo foi quando, na campanha das eleições presidenciais de 2018, o presidente, sem condições de participar de um debate presidencial, concedeu uma entrevista à Record no mesmo dia em que a Globo transmitia o debate com os principais candidatos ao cargo mais alto do executivo.

Leia Também

Escrito por Bruno Avila

Escritor de futebol e política desde 2016, quando comecei o trabalho na Blasting News. Hoje migrei ao 1News e sou um dos escritores mais lidos do site.

Next post

Péssima notícia sobre Júnior Urso para torcida do Corinthians

Juliana Paes é ‘massacrada’ após publicar foto com Paula e toma atitude