in

Avó de Michelle Bolsonaro vive esquecida em meio a esgoto: ‘Não querem que eu fale’

Fotomontagem: Veja/ Fernando B.
Publicidade

A primeira-dama do Brasil pode ser amada por uns, mas enfrenta a sua primeira grande polêmica. Isso porque agora a esposa do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, está sendo acusada de abandonar a própria avó. Maria Aparecida, de 79 anos, virou matéria em todo o país, onde mostra como vive.

Publicidade

Na entrevista, ela reclama do abandono, conta que não tem mesmo sapato ou roupa para frequentar o Palácio do Planalto e diz que se a sequestrarem ninguém pagará o resgate. Curiosamente, Maria mora em ‘Sol Nascente’, uma favela em Brasília, não tão longe da residência oficial de Michelle e o marido.

Publicidade

A triste realidade da avó da primeira-dama

Maria conta que criou Michelle, mas que agora não mais a vê e que sente saudades dos netos, como  Laura, filha da primeira-dama com Bolsonaro. De acordo com a aposentada, que vive rodeada de esgoto a céu aberto,  ela é proibida de dar entrevistas.

As acusações surpreendem, já que Michelle além de evangélica tem voltado o seu trabalho para os mais carentes. As ruas da região que ela vive são de terra e restos de asfalto, sem coletas de lixo e transporte público. 

Publicidade

Além disso, a região onde a aposentada vive é rodeada pelo tráfico de drogas, o que dificulta ainda mais a sua rotina, que tornou-se de medo. 

“Lá em cima eles não querem que eu fale”, disparou. A equipe perguntou quem e ela respondeu: “Michelle”. “Meu filho mais velho disse que se me sequestrarem a ordem é não pagar o resgate e aí, vão me matar”, disse a senhora, apavorada, afirmando que só falaria se fosse com o apresentador Ratinho.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Fernando B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.

Espírito de Chorão teria enviado mensagem póstuma e relato é emocionante

Mbappé tem lista de baixas no PSG e quer alguns nomes fora da equipe, afirma jornal