in

Um mês após massacre, verdade sobre Suzano aparece e choca o Brasil

Foto/Reprodução: Facebook
Publicidade

Uma triste verdade relacionada ao massacre de Suzano – quando dez pessoas foram assassinadas – foi revelada nesta quarta-feira, 10 de abril. Mais uma pessoa acabou sendo presa acusada de envolvimento com a tragédia na escola paulista. 

De acordo com a Polícia, um suspeito acabou sendo preso durante a manhã. Ele é acusado de vender a arma de fogo – por meio ilegal – para os dois estudantes que atiraram contra os amigos, professores e outras pessoas que passavam o que era para ser um dia comum na escola Raul Brasil. 

O massacre na escola teve repercussão internacional. O homem preso nesta quarta tem quarenta e sete anos de idade e foi encontrado na Zona Rural da região onde ocorreu o crime.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Após a prisão, ele foi levado para a delegacia de Suzano, onde foi ouvido pelas autoridades locais. Um dos objetivos é entender o que teria levado os adolescentes a realizar o massacre na cidade, além de como o homem adquiria essas armas e, posteriormente, as vendia no chamado “mercado negro”. 

A vida do detido promete não ser fácil nos próximos dias. De acordo com o delegado, Alexandre Dias, a Justiça autorizou o pedido de prisão temporária de 30 dias do suspeito, que ficará detido no distrito de Suzano.

Relembre a tragédia de Suzano

Dois adolescentes encapuzados invadiram a escola e começaram a disparar. Inicialmente, deixaram sete mortos — sete alunos e um funcionário — e, em seguida, se mataram

O ataque chocou o país e reabriu a discussão sobre a facilitação do uso de armas por cidadãos comuns. O medo é que tragédias como essa se repitam.

Publicidade
Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.