in

Lutador morre após treino e detalhes chamam a atenção: ‘morte suspeita’

Reprodução / Arquivo Pessoal Alexandre
Publicidade

O lutador Alexandre Guaraci Ike Patrocínio, de 36 anos, morreu na noite da última segunda-feira (8), depois de passar mal após treino no bairro Paraíso, em Araçatuba, interior do estado de São Paulo.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado pelo pai de Alexandre, ele chegou em casa depois do treino e reclamou que estava com indisposição estomacal. Após reclamar da dor no estômago, o lutador teria se automedicado para combater o problema, mas caiu ao chão.

Desesperado, os familiares pediram ajuda aos vizinhos. Um vizinho da família foi até à casa de Alexandre, tentou fazer uma massagem cardíaca no colega, mas não obteve sucesso. Enquanto isso, eles aguardavam a chegada do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu).

Publicidade

A equipe do Samu que se dirigiu ao local realizou os primeiros socorros e encaminhou Alexandre ao pronto-socorro da região. Ele deu entrada no local, mas não resistiu. À polícia, o pai do atleta contou um pouco de sua vida.

Publicidade

Segundo ele, o filho levava uma vida saudável e era praticante de esportes. O Instituto Médico Legal (IML) vai realizar exames mais detalhados, a pedido da polícia, para identificar exatamente qual foi a causa da morte. Nenhuma hipótese está descartada.

O caso foi registrado como “morte suspeita” devido às características do ocorrido. O IML não divulgou quando os resultados dos exames serão divulgados, mas normalmente o prazo é de cerca de um mês. Com o laudo em mãos, a polícia poderá dar prosseguimento às investigações ou encerrar o caso.

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br