in

Luan volta a ser assunto no Palmeiras

Lucas Uebel/Grêmio
Publicidade

O Palmeiras está com o ambiente conturbado após a eliminação do Campeonato Paulista. O clube Alviverde amanheceu nesta quarta-feira (10) com os muros pichados, em manifestações contra o centroavante Borja e a dona da Crefisa, Leila Pereira.

A derrota nos pênaltis contra o São Paulo causou alguns problemas no Palmeiras, que inclusive já monitora novos jogadores para o elenco Alviverde em 2019. O setor ofensivo é o mais criticado na equipe do Verdão, nos últimos três jogos, o ataque palmeirense não marcou nenhum gol.

Por conta dessa falta de gols no Palmeiras, a diretoria Alviverde já se mobiliza para anunciar um novo reforço para a equipe de Luiz Felipe Scolari. O atacante Luan, do Grêmio, pode ser contratado nos próximos dias.

Publicidade

Em dezembro de 2018 o atacante foi oferecido ao Palmeiras, porém, o clube paulista não achou interessante as medidas impostas pelo Tricolor Gaúcho. O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, pediu ao Verdão os atletas: Raphael Veiga, Thiago Santos e Victor Luís, além de 5 milhões de euros.

Publicidade
Publicidade

O presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, junto ao diretor de futebol Alexandre Mattos, acharam a proposta do Grêmio totalmente fora de um acerto e optaram por não responder. Sendo assim, na época, o Verdão deu as conversas como encerradas.

Atualmente, o futebol apresentado por Luan está sendo considerado em baixa no Grêmio, e para piorar, o camisa 7 do Tricolor Gaúcho passou a ser menos atraente para o Palmeiras, por conta da chegada do meio-campista Ricardo Goulart, que chegou por empréstimo até dezembro ao Verdão. Porém, por conta da crise no Palmeiras a partir do mês de abril, a chegada de Luan na capital paulista não pode ser descartada.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Bruno Avila

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com