in

Cássio revela sacrífico que fez para jogar semifinal completa

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Publicidade

Após uma partida difícil no estádio do Pacaembu diante o Santos, o Corinthians conseguiu a classificação para a final do Campeonato Paulista. A partida contra o Peixe foi considerada uma das mais difíceis para o Corinthians, e também uma das piores atuações da equipe do técnico Fábio Carille.

Publicidade

O Timão não conseguiu sair para jogar nesta segunda-feira (08) no Pacaembu, por conta da pressão imposta pelo Santos na partida. O jogo terminou em 1 a 0 para o Peixe que levou a decisão para os pênaltis.

Publicidade

O goleiro Cássio, do Corinthians, falou sobre o sacrifício que foi chegar até as cobranças de pênaltis. No tempo normal de jogo, o Santos chutou 23 vezes ao gol, sendo 11 finalizações corretas. Sendo assim, o Cássio esteve por 11 vezes fazendo defesas difíceis em sua meta.

Além disso, o camisa 12 do Timão esteve sete vezes muito perto de fazer a defesa dos pênaltis, mas não conseguiu alcançar a bola em nenhuma delas. Apesar de não ter defendido nenhuma penalidade, o torcedor corintiano deu méritos ao goleiro pela partida em tempo normal.

Publicidade

Foram várias bolas, algumas com grau de dificuldade maior, outras nem tanto. Tem jogos que não vem nenhuma bola e eu tenho de estar preparado. Tentei fazer meu melhor e saio feliz com a classificação”, disse Cássio sobre as defesas em tempo normal.

O goleiro Cássio terminou a partida como herói, diferentemente do técnico Fábio Carille, que foi fortemente criticado pela torcida alvinegra. Os torcedores não gostaram nem um pouco da atuação do Corinthians nos 90 minutos, e o alvo foi o treinador, por conta da equipe ter ficado se defendendo todo o tempo de jogo.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Bruno Avila

Escritor de futebol e política desde 2016, quando comecei o trabalho na Blasting News. Hoje migrei ao 1News e sou um dos escritores mais lidos do site.

Flamengo anuncia contratação de zagueiro

Felipão revela porque Dudu não cobrou pênalti contra o SPFC