in

Caçador é pisoteado por elefante e depois é comido por leões na África do Sul

Conexaoplaneta
Publicidade

Os responsáveis pelo Parque Nacional Kruger informaram que não restou praticamente nada do caçador que foi devorado por leões, logo após ter sido pisoteado por um elefante.

O caçador de rinocerontes pensou que abateria muitos animais, mas ele é que acabou sendo caçado em um parque na África do Sul. Outros caçadores que estavam no local e presenciaram a terrível cena, informaram aos familiares da vítima que ele foi morto por um elefante, após ser pisoteado pelo imenso animal.

Autoridades se dirigiram ao local onde tudo teria acontecido e encontraram um crânio humano, além de uma calça e acredita ser deste caçador. A direção do parque apenas enviou condolências à família, sem dar maiores detalhes do que pode ter acontecido.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Um comunicado disse que ‘entrar no Parque Nacional ilegalmente e a pé não é uma decisão inteligente, pois há muitos perigos e esse incidente é prova disso’. No Parque Kruger há vários animais selvagens e as pessoas devem visitar o local somente acompanhadas dos profissionais autorizados, pois eles podem garantir a segurança dos frequentadores.

Caçadores que entram escondido no parque achando que poderão abater vários rinocerontes podem acabar tendo o mesmo destino que esse homem, que acabou sendo pisoteado por um elefante e devorado pelos leões.

Os caçadores matam vários rinocerontes de forma ilegal para vender os chifres do animal, que custam uma fortuna, pois muitas pessoas acreditam que tenham propriedades medicinais. Autoridades tentam impedir essa matança indiscriminada, mas os caçadores sempre encontram uma forma de continuarem cometendo este crime bárbaro.

Publicidade
Publicidade
Russel

Escrito por Russel

Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: [email protected]