in

‘Quero que vocês se explodam’, a resposta de Flávio Bolsonaro ao Hamas, grupo terrorista

Veja / Montagem / Reuters
Publicidade

O Hamas, um dos maiores grupos terroristas do mundo,  publicou uma nota de repúdio relacionada às atividades do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, em Israel. O grupo repudiou a criação de um escritório do governo brasileiro em Jerusalém. A maior parte dos países evita a criação de escritório e embaixadas, já que a região é de disputa entre Israel e a Palestina. 

O grupo terrorista também questionou a ida do presidente brasileiro ao Muro das Lamentações, ao lado do Primeiro-Ministro israelense. Coube ao filho de Jair Bolsonaro, o Senador Flávio Bolsonaro (PSL – Rio de Janeiro) dar uma resposta ao Hamas. 

Por meio de uma rede social, Flávio disse que queria que os manifestantes do Hamas se explodissem. ‘Quero que vocês se explodam’, escreveu Flávio Bolsonaro em seu Twitter. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

O filho do presidente da República publicou a frase acima de uma reportagem da revista Exame, que relatava a posição do Hamas — grupo político que controla a Faixa de Gaza e está em permanente conflito com Israel. Na nota, Jair Bolsonaro é acusado de violar o direito internacional.

A mensagem é uma analogia ao fato do grupo ter homens bombas, que já causaram diversos desastres humanos pelo mundo. Após algumas horas, a mensagem foi apagada da rede social do Senador, mas já era tarde e a repercussão já estava causada. 

Procurado pelo jornal carioca ‘O Globo’, o embaixador da Palestina no Brasil, Ibrahim Alzeben, disse que não comentaria a postagem do senador. Flávio, aliás, está com o pai na visita do presidente a Israel.

Publicidade
Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.