in

Famoso roqueiro comete suicídio após ser acusado de abuso de menor

CurtaMais/Montgem-Russel
Publicidade

Armando Vega Gil, um famoso roqueiro no México, cometeu suicídio após ser acusado de abuso de menor. Ele era o baixista e fundador da banda mexicana ‘Betellita de Jerez’.

Nesta última segunda-feira, dia 01, ele tirou a própria vida, mas antes deixou uma mensagem no Twitter informando que estava fazendo isso por causa da ‘falsa acusação’ de que teria abusado de uma menor de idade.

O roqueiro tinha 64 anos e seu corpo foi encontrado na Cidade do México, na casa onde morava. Armando alegou que denúncias anônimas o acusavam de algo que jamais teria coragem de fazer. Internautas estavam usando a hashtag #MeTooMusicosMexicanos para acusá-lo de abusar de uma garota quando ela tinha apenas 13 anos de idade.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Eu o direi categoricamente, esta acusação é falsa. Quero deixar claro que minha morte não é uma confissão de culpa, pelo contrário, é uma declaração radical de minha inocência. Só quero limpar o caminho que meu filho percorrerá no futuro“, escreveu o músico no bilhete.

Paola Hernandez, representante da banda de rock, contou que cerca de duas horas antes dele tirar a própria vida, chegou a conversar com Armando  e que não percebeu em momento algum que ele estava prestes a fazer isso, porém, desconfiou que o cantor estava bem mais irritado e também triste, sem saber o que poderia fazer para provar sua inocência.

Ainda segundo Paola, a grande preocupação dele era como seu filho poderia lidar com isto, pensando que o pai havia cometido tão crime. Ela deu uma entrevista para uma rádio contando tudo isso, mas nunca pensou que ele fosse tomar uma atitude tão radical como esta.

Publicidade
Publicidade
Russel

Escrito por Russel

Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: [email protected]