in

Vídeo: segurança da Arena comemora gol do Corinthians, mas empresa o castiga

Twitter: Lucas Pessoa
Publicidade

O Corinthians garantiu sua classificação para a semifinal do Campeonato Paulista, nos pênaltis, diante da Ferroviária, em Itaquera. Uma decisão por penalidades mexe com os nervos de qualquer torcedor, principalmente de quem está no estádio.

Publicidade

A defesa de Cássio na decisão por pênaltis foi muito comemorada, e um fato curioso chamou atenção nas redes sociais. O goleiro do Timão sempre foi conhecido pelos pênaltis defendidos, para a alegria do torcedor alvinegro, mas agora sua defesa pode ter se tornado um problema para um torcedor.

Publicidade

O segurança Nadson da Silva, da Primicia Seguros, estava atrás do gol, onde foram cobrados os pênaltis. Em seu horário de trabalho, Nadson foi flagrado comemorando, com a torcida, a defesa do goleiro Cássio.

Após vazar o vídeo do segurança comemorando a defesa de Cássio, foi espalhado um boato que Nadson da Silva havia sido demitido pela empresa, por conta da comemoração em horário de trabalho.

Publicidade

A torcida corinthiana se movimentou nas redes sociais para que o segurança não fosse demitido, tendo em vista que foi um momento de alegrias na Arena Corinthians, onde o segurança não se conteve em não comemorar a classificação do Timão para a semifinal do Campeonato Paulista.

A Primicia Serviços, empresa do segurança Nadson, emitiu nota oficial em seu Facebook negando a sua demissão:

A todos, boa tarde! Inicialmente agradecemos pela oportunidade de esclarecimentos. Necessário esclarecer que a empresa o advertiu apenas verbalmente, porque ele estava a trabalho e não como torcedor porque nos briefings nós pregamos que não somos torcedores mas, sim, somos profissionais”.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Bruno Avila

Escritor de futebol e política desde 2016, quando comecei o trabalho na Blasting News. Hoje migrei ao 1News e sou um dos escritores mais lidos do site.

Antes de fechar com o São Paulo, Tchê Tchê agradeceu o Palmeiras

Flamengo está próximo de contratar mais um titular do Santos