in

De Rafael Henzel a Boechat: relembre as trágicas mortes em 2019

Reprodução/Band/Instagram
Publicidade

O ano de 2019 chegou e muita gente esperava que fosse um ano cheio de boas novidades. Mas, infelizmente, em menos de quatro meses, muita coisa ruim aconteceu e, além de várias tragédias naturais e humanas, grandes nomes famosos deixaram saudades.

Publicidade

O caso mais recente foi o do jornalista Rafael Henzel, um dos poucos sobreviventes da tragédia com o avião da Chapecoense.

Publicidade

Henzel jogava futebol na cidade de Chapecó e precisou ser levado ao Hospital Regional do Oeste. Ele sofreu um infarto e faleceu na noite desta terça-feira (26).

Outro grande jornalista também já havia deixado os fãs órfãos: Ricardo Eugênio Boechat. Ele sofreu um acidente de helicóptero em São Paulo. O avião bateu de frente com um caminhão na Rodovia Anhanguera em 11 de fevereiro.

Publicidade

Uma outra tragédia que deixou muita gente triste foi a do Flamengo. Foram dez mortos no Centro de Treinamento Ninho do Urubu, no Rio de Janeiro. Um incêndio atingiu o alojamento na madrugada do dia 8 de fevereiro. 

Um dos maiores desastres da história também aconteceu em 2019: a barragem de rejeitos de Brumadinho, Minas Gerais, vitimou mais de 200 pessoas.

A barragem da Mineradora Vale se rompeu em 25 de janeiro e um verdadeiro mar de lama atingiu casas e o refeitório da empresa. 214 pessoas foram identificadas e 91 pessoas estão desaparecidas até hoje.

Outro acontecimento trágico chocou a todos, dessa vez em Moçambique: um ciclone passou pelo país africano e fez 446 mortos. No Zimbábue, o mesmo ciclone fez 259 vítimas e no Malaui, 56 pessoas foram mortas. 

Publicidade

Leia Também

Escrito por I Feitosa

Escrevo sobre TV, famosos e entretenimento desde 2011.

A atenção nos detalhes é o que nos faz prosperar.

Chapecoense presta homenagem a Rafael Henzel, que sobreviveu à queda do avião com o time

Grêmio acerta contratação de craque e torcida receberá surpresa inesperada