in

Bebê de 5 meses morre após pais realizarem uma circuncisão caseira

Extra
Publicidade

Um bebê de apenas cinco meses de idade faleceu depois que seus pais decidiram realizar na criança uma circuncisão feita na própria casa da família, na Itália. O bebê chegou a ser encaminhado para um hospital na cidade de Bolonha sofrendo uma parada cardíaca, nesta última sexta-feira (22), mas não resistiu e veio a falecer momentos depois.

A polícia da província de Reggio Emilia, onde a família do bebê reside, iniciou uma investigação para apurar a conduta dos pais, que responderão pela morte do bebê. A família é composta por imigrantes de Gana, país da África ocidental.

Na Itália, cerca de 5 mil crianças passam pelo procedimento de circuncisão todos os anos, porém, de acordo com a instituição de caridade Amsi, cerca de um terço das cirurgias que são realizadas no país são feitas fora da legalidade.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

As famílias recorrem com grande frequência à clandestinidade pois, no país católico romano, a circuncisão não é realizada por instituições públicas e muitos imigrantes que se mudam para o país europeu são oriundos de países muçulmanos, onde é comum que o procedimento seja realizado ainda bebê.

Embora seja considerado um procedimento simples quando feito com instrumentação correta e por profissionais capacitados, a circuncisão não é totalmente livre de riscos. As principais complicações são sangramento e infecção decorrentes da cirurgia.

Em um caso muito parecido no mesmo país, um menino de apenas 2 anos morreu após o fracasso do mesmo procedimento em um centro de imigrantes em Roma, em dezembro de 2018.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Higor Mendes

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.