in

Brumadinho: vítima segue internada desde a tragédia, há 60 dias

G1

Talita Cristina Oliveira, de apenas 15 anos de idade, é uma das vítimas da catástrofe de Brumadinho, onde uma barragem da Vale rompeu e destruiu completamente o Córrego do Feijão na cidade localizada na Região Metropolitana de Minas Gerais, na trágica sexta-feira, 25 de janeiro de 2019.

Hospitalizada há 60 dias, a adolescente tenta se recuperar da fratura de uma das pernas e das fraturas múltiplas na bacia, no hospital em Betim, na região metropolitana de Minas Gerais, para onde foi transferida após passar semanas internada no Pronto Socorro João XXIII, em Belo Horizonte.

A lama que passou pelo local arrastando tudo com muita sujeira de metais pesados, deixando vários mortos e desaparecidos, também levou junto Laís Gabriele de Souza Soares, de 14 anos, sobrinha de Talita, que está listada entre as vítimas de Brumadinho.

No momento que houve o rompimento da Vale, Lais estava em sua casa, junto com sua mãe, Alessandra de Souza, de 43 anos de idade e sua tia Talita Cristina. Alessandra ouviu o barulho da onda de lama se aproximando e gritou para que elas corressem.

Cada uma foi para um lado, Lais foi encontrada sem vida e Talita foi resgatada do meio da lama como foi transmitido ao vivo para todo o Brasil pela Record TV. A jovem foi retirada do meio da lama e colocada no helicóptero do Corpo de Bombeiro.

Talita havia chegado a Brumadinho apenas quatro dias antes da tragédia acontecer. A jovem morava em Várzea de Palma, norte de Minas, e mudou-se para a casa da irmã após o falecimento de sua mãe. Alessandra e Talita são como mãe e filha, a diferença de idade entre ela é de quase 30 anos.

Leia Também

Next post

Cantora se recusa a cantar com Anitta e a esculacha: ‘Ela lá e eu cá’

Ator que ‘bateu’ em ‘Jesus’ revela que precisou ir à igreja antes das gravações