in

Abalada, viúva de Domingos fala sobre morte do marido: ‘pediu para morrer em casa’

Globo
Publicidade

Neste sábado (23), morreu um dos maiores diretores brasileiros. Aos 82 anos, Domingos Oliveira faleceu.

A viúva do diretor e ator, a atriz Priscilla Rozembaum, comoveu ao falar sobre os últimos momentos de vida do marido. Segundo ela, Domingos pediu para morrer em casa, pois este era seu último desejo.

Há 20 anos Domingos vinha sofrendo com a doença Mal de Parkinson. Na tarde deste sábado, ele acabou não se sentindo bem em seu apartamento no Leblon.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Ao lado da neta e da esposa, o diretor acabou não resistindo e morreu. “A vida para ele sempre foi uma festa e que ele queria morrer em casa, ele já estava mais fraquinho, e ele morreu como queria. Estávamos eu, a neta dele e ele. Nós jogamos um pôquer de dados, e depois ele falou: ‘Estou com sono’, e foi, sem nenhum medo, sem nenhuma angústia”, lamentou a esposa.

Muito abalada, a atriz que participou de várias obras assinadas pelo marido, concedeu uma entrevista ao RJ2, na qual alegou estar sentindo uma dor que nunca pensou que existisse. Apesar de tudo, ela já sabia que estava na hora dele ir, mas já está sentindo uma imensa saudade.

Vários artistas também se mostraram emocionados com a morte do diretor. Maria Ribeiro, que trabalhou com Domingos, disse que ele era o Woody Allen brasileiro. Para ela, ele foi um homem a frente de seu tempo, que teve a coragem de falar sobre a vida com o olhar dele.

A atriz frisou, que espera que o mundo possa ter acesso às obras do diretor, e que um dia, todos saibam quem foi Domingos Oliveira.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Rômulo NC

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.