in

‘Chegou sua hora, Michelzinho’; Luísa Mell comemora prisão do ex-presidente Michel Temer

Uol
Publicidade

O ex-presidente foi preso nesta quinta-feira (21) e o assunto está repercutindo nas redes sociais, inclusive vem sendo comentado pelas celebridades. A maioria apoia a prisão de Temer, mas pede que as investigações continuem e cheguem até outros políticos culpados.

Luísa Mell se mostrou esperançosa, após a prisão de Temer e comentou: “Independentemente de ideologia, de partido, de direita ou esquerda… Queremos todos os bandidos presos! Quem me acompanha lembra bem o jogo sujo de Michel Temer para liberar o embarque de 20 mil bois no porto de Santos, mesmo depois da liminar que conseguimos… Chegou sua hora, Michelzinho“.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Por decisão do juiz Marcelo Bretas, o ex-presidente Michel Temer foi preso no final da manhã desta quinta-feira (21). Minutos antes da prisão, Temer telefonou para um assessor e perguntou o que poderia estar acontecendo, já que era grande o número de jornalistas na frente de sua residência e foi então que ele acabou sendo informado de que havia rumores na imprensa sobre o que estaria para acontecer.

No vídeo abaixo é possível ver as primeiras imagens da prisão de Michel Temer. As imagens foram transmitidas para todo o Brasil ao vivo, surpreendendo muita gente, já que nenhuma informação vazou desta operação.

A prisão do ex-presidente teve como base a delação feita por José Antunes Sobrinho, empresário que é proprietário da Engevix e que alegou ter pago R$ 1 milhão em propina. O juiz Marcelo Bretas, em sua sentença, disse que ‘Michel Temer é o líder da organização criminosa’ à qual se referiu.

O ex-presidente estava em São Paulo quando foi preso por agentes federais do Rio. O ex-ministro Moreira Franco também foi preso e a PF está nas ruas cumprindo outros mandados, inclusive contra alguns empresários. O juiz Marcelo Bretas é da 7ª VAra Federal Criminal do Rio de Janeiro e responsável pela Lava Jato no estado.

Vale ressaltar que a prisão de Temer é preventiva e Sobrinho, dono da Engevix, alegou que entregou R$ 1 milhão em propina para atender a um pedido feito por um amigo de Temer, o coronel João Baptista Lima Filho. Segundo a investigação, foram feitos pagamentos ilícitos por ordem de Sobrinho a um grupo de criminosos que seria liderado por Temer.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Russel

Escrito por Russel

Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: [email protected]