in

Com Bolsonaro presidente, Thammy assume vaga na Câmara de SP: ‘Deus quer dizer algo’

Fotomontagem: TV Globo / Pin This/Diogo Marcondes
Publicidade

Agora é oficial e não tem mais volta. Thammy Miranda, filho de Gretchen, assume vaga na Câmara de Vereadores de São Paulo nesta quinta-feira (21). A apresentação deve ocorrer às 15h. O vereador do Partido Progressista (PP) foi eleito como suplente e ficou com a vaga após cassação de um político da coligação.

A sentença de convocação de Thammy foi lida nesta quarta-feira, durante sessão do plenário. A cadeira que assumirá pertencia a Camilo Cristófaro (PSB). O vereador teve seu mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) nesta semana.

A Justiça Eleitoral comunicou a Câmara Municipal, localizada no centro de São Paulo. A decisão determina que Cristófaro e sua equipe deixem o gabinete ainda nesta quarta. Cristófaro teria feito captação ilícita de recursos financeiros durante as eleições de 2016.

Publicidade

Thammy se candidatou em 2016 e alcançou apenas 12.408 votos. Pelo sistema eleitoral, que considera os votos na coligação e distribui de acordo com a quantidade de cadeiras disponíveis, Thammy ficou como suplente. Será o primeiro vereador transexual a assumir na cidade de São Paulo. A legislatura atual termina no dia 31 de dezembro de 2020.

Publicidade

No ano passado, quando seu nome foi cotado para assumir a vaga, Thammy comentou sobre o assunto. “Num governo tão ‘conservador’ vem eu e assumo como vereador. Acho que Deus quer dizer algo com isso! Acredito demais em Deus“, disse à época, fazendo referência à eleição do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Curiosamente, Bolsonaro já fez parte do partido ao qual Thammy representa hoje, o PP.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br