in

BBB19: Polícia conclui inquérito e Vanderson ataca feministas ao receber mau resultado

Reprodução / TV Globo
Publicidade

O ex-BBB Vanderson foi desclassificado do reality show, após ser convocado para depor a respeito das acusações de importunação sexual, lesão corporal e estupro que estava sofrendo fora da casa mais vigiada do Brasil. Isso aconteceu no dia 23 de janeiro, pouco mais de 10 dias do início do reality.

O inquérito de lesão corporal foi concluído pela Polícia e Vanderson foi indiciado por lesão corporal leve. O próximo passo é o encaminhamento do processo ao Ministério Público do Acre. Vanderson acredita que será inocentado.

“Meus advogados falaram que é um procedimento comum. A delegada me ouviu, ouviu a moça, ouviu alguns das minhas testemunhas, recebeu algumas provas e encaminhou para o Ministério Público, que sequer acatou ainda, é um procedimento normal”, afirmou o ex-BBB em entrevista ao UOL.

Publicidade

Vanderson alega que a denúncia foi feita por uma mulher com quem se relacionou por menos de um mês. O ex-participante do Big Brother Brasil 19 relata que esta pessoa não teria digerido bem o término de relacionamento e o agrediu em uma pizzaria há cerca de um ano.

Publicidade
Publicidade

O ex-BBB não se arrepende de ter entrado no reality show, mas diz que foi prejudicado profissional pela forma como tudo aconteceu. A denúncia de estupro foi arquivada pela Polícia Civil do Acre.

O biólogo acredita ter sido vítima de um complô. Segundo ele, as mulheres que o denunciaram têm coisas em comum. “Tem uma certa influência de um pequeno grupo do movimento feminista no Acre. São grupos pequenos e todas são ligadas, amigas e fizeram uma junção disso aí para prejudicar mesmo”, conclui.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br