in

Saiba o que aconteceu com a obra de arte que deu origem ao Momo, que hoje aterroriza a web

Extra/Montagem-Russel
Publicidade

Em 2016 foi exibida em uma exposição a obra de arte criada pelo japonês Keisuke Aiso, 46 anos. A imagem exposta em Tóquio chamou a atenção, porque mostrava o rosto bem esquisito com pés de aves. Era uma imagem diferente, mas nada aterrorizante.

Só que algumas pessoas fotografaram esta obra de arte e postaram as fotos na internet, juntamente com desafios, que consistiam em tirar a própria vida ou a vida de alguém. A imagem viralizou e hoje é um grande problema para os pais, que precisam ficar atentos a tudo que as crianças estão vendo na internet.

Esta escultura feita de silicone nem existe mais, ela foi jogada no lixo, pois seu criador ficou aterrorizado quando viu no que ela havia se transformado e como estava fazendo mal às pessoas. Ele se sentiu responsável por tudo de negativo que estava acontecendo, afinal, foi ele quem criou aquela obra, por isso decidiu jogá-la fora.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

As crianças podem ter certeza de que Momo está morta. Ela não existe e a maldição se foi“, disse Keisuke Aiso, revelando que entende muito bem como os pais estão preocupados porque ele também tem filhos.

Quando as primeiras fotos da Momo começaram a circular na internet, traziam desafios que poderiam ser fatais e logo o assunto se espalhou, pois é grande o número de crianças e adolescentes que acessam a web diariamente.

Recentemente, a Momo voltou a criar polêmica, porque surgiram relatos de que estaria aparecendo em vídeos infantis disponíveis no YouTube, mas a empresa já informou que isto não procede. Seja como for, é bom os pais e responsáveis ficarem atentos a todo conteúdo a que as crianças têm acesso.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Russel

Escrito por Russel

Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: [email protected]