in

Túmulo de Bernardo Boldrini recebe homenagens após condenação de réus por assassinato

G1

Os quatro acusados pelo assassinato de Bernardo Boldrini foram condenados e muitas pessoas foram ao túmulo onde o menino está sepultado para prestar novas homenagens. O cemitério em Santa Maria recebeu uma multidão que levou flores, cartazes e vários bilhetes.

Bernardo foi assassinado em abril de 2014, sendo enterrado em uma cova no norte do Rio Grande do Sul. Nesta última sexta-feira (15), foi concluído o julgamento popular em Três Passos, que é onde a criança morava. O pai do menino, Leandro Boldrini, assim como a madrasta e Graciele Uguline foram condenados, além dos irmãos Edelvânia e Evandro.

Hoje o corpo de Bernardo Boldrini está sepultado no cemitério Ecumênico Municipal, que é o maior de Santa Catarina, ele foi transferido para lá a pedido da avó materna, só que ela morreu em agosto de 2017.

Na tarde deste sábado, quando algumas pessoas foram ao local, já haviam várias flores e cartazes prestando homenagens ao garotinho. A maioria das pessoas que foram ao cemitério nem conheceram o menino, mas ficaram sensibilizadas cm sua triste história. Em várias outras partes do país, houve manifestações pedindo justiça, pois acham que as penas deveriam ser mais severas.

A madrasta do menino foi condenada a 34 anos e 7 meses em regime fechado e não pode recorrer em liberdade. O pai de Bernardo recebeu 33 anos e 8 meses de condenação. Edelvânia, que é amiga da madrasta, foi condenada a 22 anos e 10 meses. Evandro, irmão de Edelvânia, condenado a 9 anos e 6 meses em regime semiaberto.

Leia Também

Escrito por Russel

Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: russelmy@yahoo.com.br

Next post

A emocionante história do menino que morreu nos braços do pai, que se fingiu de morto

Coragem da aluna de Suzano que lutou contra atirador e salvou vidas emociona o Brasil