in

Em defesa da Lava-Jato, manifestações são organizadas em todo o Brasil

LatinContent/Getty Images

O STF (Supremo Tribunal Federal) tomou uma decisão que tira o direito da operação Lava-Jato julgar os crimes de corrupção. Com isso, o direito do julgamento vai para a Justiça Eleitoral.

A direita política se revoltou com a decisão e vem organizando manifestações.

O MBL (Movimento Brasil Livre) está organizando diversas manifestações que acontecerão em todo o Brasil neste domingo, dia 17 de março. A tabela das cidades vem sendo divulgadas por muitos  e a expectativa é que todos apoiadores da Lava-Jato estejam presentes.

A intenção do manifesto é que os parlamentares votem a favor do pacote anti-crime do ministro da Justiça, Sérgio Moro. Segundo foi divulgado pelo próprio MBL, o pacote anti-crime derrubará esta decisão do STF.

No entanto, o movimento tenta repetir o que já conseguiu nos anos em que auxiliou para que Dilma Rousseff sofresse o impeachment. 

O STF vem sendo muito criticado nas redes sociais e isso faz com que o movimento acredite que as ruas serão ocupadas novamente. O apoio da direita é grande.  

A publicação do MBL, no Facebook, já conta com quase 10 mil compartilhamentos em apenas 16 horas. Além disso, muitos estão compartilhando em outras redes, como no Twitter e em grupos do Whatsapp. 

Bolsonaro e MBL

A relação entre o presidente Jair Messias Bolsonaro e o MBL é de altos e baixos. O movimento se declara um crítico ao Governo atual, porém o apoia em grandes projetos. O MBL apoiou Bolsonaro nas eleições de 2018, por analisar que seria o único candidato de direita com chances de ganhar.

Leia Também

Escrito por Bruno Avila

Escritor de futebol e política desde 2016, quando comecei o trabalho na Blasting News. Hoje migrei ao 1News e sou um dos escritores mais lidos do site.

Next post

Sogra pede para noiva não levar pai deficiente no casamento: ‘Vai traumatizar as crianças’

Vai morrer? Vidente Carlinhos surpreende e faz previsão assustadora para ele e sua família