in

Os recordes que Cristiano Ronaldo vai tentar nessa Champions

Goal
Cristiano Ronaldo viveu mais uma semana histórica na sua carreira. O português marcou o 52º hat-trick da sua carreira, o oitavo na Champions, igualando Leo Messi com igual registro. Esse é um recorde que o português pode fazer seu, ainda essa temporada da Champions, mas tem mais que ele ainda pode alcançar, esse ano.
A Juventus está já nas quartas de final da Champions, vai jogar contra o Ajax, na próxima eliminatória, e Cristiano pode continuar somando na sua prova favorita. 
 

Vencer a Champions por três times diferentes 

Cristiano Ronaldo já conquistou a Liga dos Campeões por cinco vezes na sua carreira, uma com a camisa do Manchester United e quatro com a camisa do Real Madrid.

Agora, na Juventus, o astro português espera ganhar a Champions por um terceiro time diferente. A Juve vem caindo sempre nas fases finais da Champions, incluindo em 2015 e 2017, quando perdeu na final para o Barcelona e para o Real Madrid, respetivamente. Os italianos não ganham desde os anos 90, mas Cristiano pode mudar essa história, fazendo sua própria história.  

Vencer seis Ligas dos Campeões 

O jogador português é conhecido por muitos como o ‘Senhor Champions’. Essa é sua prova favorita e o astro português é, além do melhor artilheiro de sempre da competição, também aquele que tem mais provas conquistadas. 

Cristiano tem cinco Champions e procura levantar a sexta ‘orelhuda’. Se conseguir, ele vai igualar o recorde de Paco Gento que ganhou seis Ligas dos Campeões, no Real Madrid, entre 1956 e 1965. 

 

Vencer a Champions em anos consecutivos por times diferentes 

Cristiano Ronaldo vem de ganhar três Champions seguidas, o que é histórico. No entanto, como o Real Madrid já caiu eliminado, ele é o único jogador que pode continuar ganhando sucessivamente a competição. Agora, com uma camisa diferente.

Na história, apenas quatro jogadores conseguiram ganhar a Champions, em anos seguidos, por times diferentes. Foram eles Marcel Desailly (Marselha em 1993 e AC Milan em 1994), Paulo Sousa (Juventus em 1996 e Borussia Dortmund em 1997), Gerard Piqué (Manchester United em 2008 e Barcelona em 2009) e Samuel Eto’o (Barcelona em 2009 e Inter em 2010) . 

Cristiano Ronaldo pode ser o quinto escrevendo seu nome nessa lista histórica. 

Leia Também

Next post

Real Madrid já tem solução perfeita para o ataque: ‘primeiro galáctico’

Jovem investigado queria ter participado do massacre em Suzano, afirma polícia