in

Demi Lovato fala sobre problemas com drogas

m.eonline

Cantora norte-americana sofreu overdose em 2018. Demi Lovato abriu o jogo sobre sua dependência química nesta sexta-feira (15). Hoje ela estaria comemorando sete anos de sobriedade, mas uma recaída fez com sofresse uma overdose em julho do ano passado.

Desde a adolescência Demi tem lutado contra os vícios em entorpecentes. A sua primeira internação ocorreu em 2011, quando iniciou os tratamentos. Além dos problemas com drogas, ela já se manifestou anteriormente sobre sua depressão e distúrbios alimentares (esse último surgiu durante a infância).  

Em mensagem postada aos fãs, ela comenta sobre a difícil experiência que viveu nos últimos oito meses: “eu não me arrependo de ter falhado porque eu precisei passar por esses erros, mas não posso me esquecer do que eles são: erros”.

A cantora esteve internada durante alguns meses, em tratamento. Foi internada em um hospital e depois encaminhada a uma clínica de reabilitação. “Feliz que os Alcoólicos Anônimos nunca fecham as portas para você não importa quantas vezes você precise recomeçar”, comenta Demi.

Apesar de ter interrompido o período em que esteve sem utilizar drogas, Demi Lovato afirma não ter perdido esses seis anos. Agora quer adicionar esse tempo a uma nova jornada.

Para finalizar, ela foi carinhosa ao encorajar aqueles que passam pela mesma situação: “se você também falhou e tem medo de pedir ajuda de novo, apenas saiba que é possível retomar esses passos para sua recuperação. Se você está vivo hoje, você pode voltar atrás. Você merece”

Além de cantora, Demi é compositora e atriz. Iniciou sua carreira em 2002, aos nove anos de idade.

Leia Também

Next post

Qual grupo você acha que não é uma família? Faça o teste e descubra tudo de sua personalidade

Atirador que matou dezenas de pessoas na Nova Zelândia atendia crianças de graça