in

Zidane pede estrela da Champions para o ataque do Real Madrid

SAPO

O Real Madrid já está trabalhando para a próxima temporada. Depois de dois reforços em apenas uma semana, o clube vai continuar planejando o ano que vem, enquanto esse não termina. Zidane deve aproveitar esses jogos que restam na liga espanhola, para decidir quem vai continuar no time e, especialmente, pensar nos novos craques, que vão chegar para que possa retomar o caminho do sucesso no Real.  

Regresso de Zidane

Florentino Pérez começou a revolução essa semana. Na segunda-feira, Zidane foi apresentado como novo treinador do Real e voltou para sua casa, menos de um ano depois de ter deixado Madrid. “Temos de mudar as coisas“, começou por falar o francês, em sua apresentação de regresso. 

A verdade é que três dias depois chegou logo a primeira confirmação para o próximo ano. O Real Madrid anunciou a contratação de Éder Militão, o zagueiro brasileiro do FC Porto, que chega em Madrid, apenas uma temporada depois de ter chegado em Portugal. O defensor custou 50 milhões de euros, ele que é um dos defensores mais em destaque da temporada europeia. 

Favorito de Zidane

No entanto, Militão é apenas o primeiro dos reforços que vão chegar. E a prioridade de Zidane seria mesmo o ataque, para onde estaria pedindo um reforço inesperado. Tem se falado em vários nomes, como Mbappé, Hazard, Neymar ou Harry Kane, mas um dos favoritos de Zidane seria mesmo senegalês Sadio Mané, uma das estrelas maiores dessa Champions. 

View this post on Instagram

👊well done ✅ boys 😎

A post shared by Sadio Mane (@sadiomaneofficiel) on

O atacante do Liverpool compõe um tridente ofensivo fenomenal juntamente com Roberto Firmino e Mohamed Salah. O egípcio pode até ser o mais famoso dos três, mas a simplicidade, o talento e os gols de Mané já teriam conquistado Zidane, que vê nele o jogador perfeito para chegar em seu vestiário. De acordo com o site Diário Gol, Mané custaria qualquer coisa como 110 milhões de euros para o Real Madrid. 

Leia Também

Next post

Vítima de ataque na Nova Zelândia ajudava refugiados e teria morrido ao tentar salvar outra pessoa

Carta ao pai de Bernardo emociona e deixa internautas em lágrimas