in

Mais de 90% são a favor do porte de armas, mostra enquete

Fotomontagem: Bruno Avila/YouTube: Silvio Ribeiro/Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo
Publicidade

Um atentado aconteceu em Suzano, na Grande São Paulo, e a discussão sobre a legalização ou não do porte ou posse de armas voltou à tona. Os jovens estavam armados e muitos acreditam que mais armas só causaria mais violência; já outros acreditam que armas nas mãos de professores e coordenadores evitaria uma tragédia maior.

Publicidade

E meio a toda esta discussão, o site UOL criou uma enquete para saber quantas pessoas são a favor ou não do porte de armas. A pergunta era especificamente quanto ao ‘porte’.

Publicidade

Até o momento, são 93,7% que votaram favoráveis ao porte de armas, e somente 6,3% votaram contra na pesquisa. Vale ressaltar que, por se tratar de uma enquete na Internet, os valores podem modificar drasticamente de uma hora para outra.

Diferença entre posse e porte

Na enquete/pesquisa estava especificada a pergunta sobre porte, mas poucos sabem a diferença entre posse e porte. É importante saber que, por mais que Bolsonaro seja favorável ao porte de armas para o ‘cidadão de bem’, o seu projeto de Governo só apresenta a liberação para a posse.

Publicidade

A posse de armas é quando o cidadão só pode tê-la em sua propriedade, seja ela rural ou urbana, não podendo sair com esta arma de fogo para a rua. Assim, a arma fica ilegal a partir do momento em que sai da área de defesa de sua propriedade.

Já o porte se caracteriza por poder andar com a arma. O porte de armas é necessário para policiais e para todos que precisam trabalhar armados. O porte, simplesmente, é a liberdade de ir e vir com sua arma de fogo ao lado.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Bruno Avila

Escritor de futebol e política desde 2016, quando comecei o trabalho na Blasting News. Hoje migrei ao 1News e sou um dos escritores mais lidos do site.

Palmeiras faz proposta milionária por ex-Corinthians

Diego e Juan dão presente à Jhonata, sobrevivente do incêndio no CT