in

Caso Suzano: aluno ficou na mira dos assassinos três vezes e faz relato desesperador

Um dos estudantes identificado como Levi Alves fez um emocionante relato sobre como conseguiu escapar da morte durante o massacre da escola Raul Brasil.

O estudante, de apenas 14 anos, contou como foi o exato momento em que esteve na mira de Guilherme e Luiz Henrique.

Segundo Levi, ele e um grupo de estudantes estavam parados quando de repente, os assassinos chegaram atirando contra todo mundo. Um deles acabou tomando um tiro na garganta, mas conseguiu correr.

Levi explica que por algum motivo deixaram ele sair depois de ter tomado um tiro na garganta, e também pelo fato de não estar conseguindo mexer o braço. A partir daí eles começaram a atirar em um por um até que um dos amigos que estava ao lado foi atingido com um tiro de raspão.

Logo em seguida, Levi relata que o pessoal conseguiu quebrar um portão que estava atrás deles e correram para um local na parte de trás da escola. Alguns dos alunos começaram a pular o muro para se salvar, enquanto outros se esconderam no banheiro.

Segundo o jovem, que não soube dizer qual dos dois, um deles estava sem máscara e outro com. Ao conseguir sair pela porta da secretária, local de entrada dos jovens assassinos, Levi viu mais ou menos cinco corpos de pessoas mortas no chão.

O aluno ainda confirma que os dois jovens que cometeram o assassinato eram ex-alunos, e por conta disso sabiam do horário do intervalo. Ao todo foram dez vítimas, incluindo os próprios atiradores que morreram na tragédia da escola Raul Brasil. Agora, as investigações continuam para se chegar a conclusão do que motivou o assassinato.

Leia Também

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.

Neymar ou Mbappé? Real Madrid já definiu quem será o novo galáctico

Justiça pode apreender troféu do Mundial de Clubes do Corinthians