in

Enterro de um dos atiradores de Suzano tem 4 pessoas e familiares com rostos cobertos

El país

O corpo de Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, um dos atiradores do massacre na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, Região Metropolitana de São Paulo, foi sepultado na tarde desta quinta-feira (14).

No dia anterior, ele e Luiz Henrique, de 25 anos, invadiram a escola em Suzano e mataram sete pessoas. Antes disso, já haviam executado o tio de Guilherme, Jorge Antônio de Moraes.

O sepultamento do corpo de Guilherme foi feito em um cemitério afastado do centro de Suzano e o caixão ficou aberto por apenas cinco minutos. A família seguiu orientação da polícia para evitar confusões.

O enterro aconteceu logo depois que o corpo foi liberado no Instituto Médico Legal (IML) de Mogi das Cruzes. O corpo não foi enviado para o IML de Suzano, onde estavam as vítimas, para evitar encontro dos familiares.

De acordo com funcionários da prefeitura, cerca de quatro pessoas, entre eles a mãe de Guilherme, acompanharam o sepultamento. Eles chegaram com os rostos cobertos, por volta das 13h. O enterro foi realizado às 13h24. Sete minutos depois, os familiares deixaram o hospital.

No momento do funeral, um veículo do Garra (polícia civil) e outro da Guarda Civil Municipal estavam no cemitério para garantir a segurança dos familiares de Guilherme e evitar qualquer tumulto.

As vítimas da tragédia estão sendo veladas em um ginásio da cidade de Suzano. O enterro está marcado para as 17h, no Cemitério São Sebastião. Milhares de pessoas, entre familiares, amigos e curiosos, comparecem ao ginásio para acompanhar o velório coletivo.

Leia Também

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Next post

Massacre de Suzano: MP apura se assassinos foram motivados por organização na Deep Web

Vídeo: após beijo em Neymar no Carnaval, Anitta é flagrada junto de Gabriel Medina