in

Enterro de um dos atiradores de Suzano tem 4 pessoas e familiares com rostos cobertos

El país
Publicidade

O corpo de G.T.M., de 17 anos, um dos atiradores do massacre na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, Região Metropolitana de São Paulo, foi sepultado na tarde desta quinta-feira (14).

No dia anterior, ele e Luiz Henrique, de 25 anos, invadiram a escola em Suzano e mataram sete pessoas. Antes disso, já haviam executado o tio de G.T.M., Jorge Antônio de Moraes.

Publicidade

O sepultamento do corpo de G.T.M. foi feito em um cemitério afastado do centro de Suzano e o caixão ficou aberto por apenas cinco minutos. A família seguiu orientação da polícia para evitar confusões.

O enterro aconteceu logo depois que o corpo foi liberado no Instituto Médico Legal (IML) de Mogi das Cruzes. O corpo não foi enviado para o IML de Suzano, onde estavam as vítimas, para evitar encontro dos familiares.

Publicidade

De acordo com funcionários da prefeitura, cerca de quatro pessoas, entre eles a mãe de G.T.M., acompanharam o sepultamento. Eles chegaram com os rostos cobertos, por volta das 13h. O enterro foi realizado às 13h24. Sete minutos depois, os familiares deixaram o hospital.

Publicidade

No momento do funeral, um veículo do Garra (polícia civil) e outro da Guarda Civil Municipal estavam no cemitério para garantir a segurança dos familiares de G.T.M. e evitar qualquer tumulto.

As vítimas da tragédia estão sendo veladas em um ginásio da cidade de Suzano. O enterro está marcado para as 17h, no Cemitério São Sebastião. Milhares de pessoas, entre familiares, amigos e curiosos, comparecem ao ginásio para acompanhar o velório coletivo.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Massacre de Suzano: MP apura se assassinos foram motivados por organização na Deep Web

Vídeo: após beijo em Neymar no Carnaval, Anitta é flagrada junto de Gabriel Medina