in

Atiradores de escola em Suzano treinaram em jogos violentos de videogame, diz polícia

Uol
Publicidade

O massacre na escola Raul Brasil, em Suzano, deverá ser tratado como ‘terrorismo doméstico’ pelo Ministério Público de São Paulo. 10 pessoas morreram nesta última quarta-feira (13), incluindo os dois atiradores que se mataram.

Terrorismo doméstico é quando uma pessoa ou um grupo começa a atacar seu próprio povo, como aconteceu ontem, em Suzano. O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), está investigando o caso e pretende descobrir se por trás de tudo isso existe alguma organização criminosa que influenciou os dois jovens atiradores.

Publicidade

A polícia já sabe que os dois rapazes planejaram tudo por mais de um ano e que com grande frequência faziam uso de jogos considerados violentos, entre eles: Mortal Kombat, Free Fire, Counter Strike e Call of Duty.

Guilherme Taucci, 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, 25, eram amigos e iam sempre juntos à lan house para jogar e a polícia acredita que eles fizeram isso como forma de treinamento para executar o plano de entrar na escola e matar estudantes e funcionários. Ontem a polícia mostrou dois cadernos que foram apreendidos e pertenciam a um dos jovens. O caderno trazia várias observações, além de táticas de jogo.

Publicidade

Um jovem, que era amigo de Guilherme e Luiz, prestou depoimento ontem na delegacia e contou que uma vez ouviu os dois comentarem sobre um ‘possível ataque’, porém, não fazia ideia do que se tratava. A polícia também já informou que Guilherme, o mais novo, atirou em Luiz assim que viu os policiais dentro da escola e logo em seguida tirou a própria vida.

Publicidade
Publicidade

Leia Também

Escrito por Russel

Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: russelmy@yahoo.com.br

Fátima Bernardes faz relato sobre tragédia em Suzano, de fazer chorar, e comove o Brasil

Vídeos mostram velório das vítimas do massacre; os corpos estão na Arena Suzano