in

Tragédia em Suzano: criminosos usaram uma besta e atiraram flechas em alunos

Fotomontagem: Bruno Avila / R7
Publicidade

Uma grande tragédia afetou a cidade de Suzano, pois dois atiradores invadiram uma escola e mataram muitas pessoas, entre alunos e funcionário. O número de mortes ainda não é definitivo e as informações podem se atualizar ao longo do dia.

Publicidade

Uma notícia saiu sobre quais armas os atiradores utilizaram, e surpreendeu. Um deles estava com um revólver calibre 38, outro estava com uma besta, que é uma arma medieval que atira flechas. 

Publicidade

A Polícia Militar também encontrou quatro peças de plástico para recarregamento do revólver e itens semelhantes com artefatos explosivos. Até o momento, a área está isolada para a desativação de possíveis explosivos colocados no local.

Ainda não se tem informações das identidades dos atiradores e qual a motivação, portanto a polícia investiga minunciosamente e trabalha para que o sofrimento das famílias seja, ao menos, amenizado.

Publicidade

Comparação com Columbine

A tragédia acabou tomando uma proporção mundial e alguns internautas estão comparando com Columbine, pois esta foi uma tragédia que aconteceu nos Estados Unidos e deu forças ao desarmamentismo.

Contudo, muitos rechaçam a utilização da tragédia para opiniões políticas, outros já acham necessárias para que não aconteçam mais crimes como esse.

O presidente Jair Messias Bolsonaro é a favor do armamentismo do civil comum e, por esse motivo, muitos apontam a tragédia como uma motivação para não liberar as armas. Já apoiadores de Bolsonaro apontam a tragédia para um motivo da liberação das armas, pois professores e coordenadores poderiam ter protegido a escola, caso tivessem equipados.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Bruno Avila

Escritor de futebol e política desde 2016, quando comecei o trabalho na Blasting News. Hoje migrei ao 1News e sou um dos escritores mais lidos do site.

Jovem teria baleado o próprio tio minutos antes de cometer os homicídios na Escola Raul Brasil

Vídeo mostra momento exato em que os dois atiradores chegam à escola em um carro branco, veja