in

Oposição utiliza a tragédia em Suzano para reforçar crítica a facilidade do acesso às armas

Reprodução/TV Globo Globo.com Montagem: Marlon Cavalcante
Publicidade

Dois adolescentes encapuzados abriram fogo na manhã desta quarta feira (13), dentro de uma Escola Estadual Raul Brasil, de Suzano (SP), após terem aberto fogo ambos cometeram suicídio, pelo menos 9 pessoas foram mortas.

Após a notícia da tragédia, deputados da oposição fizeram críticas à ampliação na facilidade do acesso a armas de fogo, eles utilizaram suas redes sociais para fazerem críticas ao acesso de armas de fogo.

A deputada Maria do Rosário (PT-RS) afirmou que “mais armas geram mais violência“, disse. “Este terrível atentado na escola em São Paulo é um dos resultados do ódio que vem sendo estimulado no Brasil“, completou Rosário.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Presidente do PT, a deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR), utilizou o Twitter para falar sobre o assunto “tragédias como essa resultam do incentivo à violência e à liberação do uso de armas“.

Já o atual senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) falou sobre a dor que causa quando as armas são mal utilizadas.

Entre os mortos estão cinco crianças e um funcionário, uma vítima que havia sido socorrida acabou falecendo no hospital, ainda não se sabe se era um aluno.

Dez adolescentes foram levados para o Hospital Santa Maria. Outros feridos foram levados para a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia, também em Suzano. Até o momento não há informações sobre seus estados de saúde.

A capitã Cibele, da comunicação da PM (Polícia Militar), havia declarado que pouco antes dos disparos na escola, a polícia havia sido chamada para atender outra ocorrência com arma de fogo perto do local. “Mas ainda não podemos precisar se os casos estão relacionados. Policiais estavam indo para esse primeiro chamado e ouviram gritos das crianças. Foram então até a escola, onde os dois criminosos acabaram se matando”, declarou ela.

Publicidade
Publicidade
Publicidade