in

Voluntário herói usa motoaquática para salvar pessoas na enchente em São Paulo

Reprodução / TV Globo
Publicidade

O motoboy Rafael de Almeida estava em casa, na noite de domingo (10), quando recebeu o telefonema de um amigo com a sugestão de que ele usasse a motoaquática que tem para ajudar a salvar pessoas que estavam ilhadas na região do Ipiranga, zona sul da cidade de São Paulo, devido às fortes chuvas que caíam na capital paulista e Grande São Paulo.

Publicidade

Rafael pegou a motoaquática e decidiu ajudar. “Comecei a salvar uma pessoa, duas, quando vi já tinha socorrido umas 20 pessoas”, conta, orgulhoso do que fez. O Ipiranga foi um dos distritos da capital mais atingidos pelas fortes chuvas.

Publicidade

O ranking de volume de chuvas teve liderança do Jabaquara, na zona sul, onde choveu 109,5mm. Em seguida, aparece a Vila Prudente, na zona leste, com 103,3mm. Vila Mariana (zona sul) e Sapopemba (zona leste) aparecem logo depois com 94,6mm e 88,5mm, respectivamente. No Ipiranga choveu 85,8mm.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, entre 0h e 6h30 foram registradas 601 ocorrências por conta da enchente, 54 ocorrências de desabamento e 34 quedas de árvores. No total, 12 pessoas morreram até o final da tarde desta segunda-feira, 11. Além da capital, a região do ABC foi bastante castigada pelas chuvas.

Publicidade

Pessoas que não tiveram a mesma sorte dos que foram resgatados por Rafael Almeida demoraram horas para chegar em casa. Há relatos de pessoas que saíram do trabalho no domingo, às 22h, e só chegaram em casa na manhã desta segunda-feira (11). Os afetados pela chuva têm medo de novos temporais nas próximas horas e nos próximos dias.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.