in

Rodrigo Bocardi sofre grave acusação após caso de feminicídio e se defende ao vivo

Reprodução / TV Globo
Publicidade

O jornalista Rodrigo Bocardi se viu no centro de uma polêmica, na última sexta-feira (8) e precisou esclarecer o caso ao vivo durante apresentação do Bom Dia SP, na Rede Globo, após exibição de matéria que mostrava o trágico caso de feminicídio acontecido na região da Grande SP, no domingo de Carnaval.

O namorado matou a namorada queimada após flagrá-la na cama com o cunhado. A jovem estava alcoolizada e teria sido abusada. O namorado achou que estava sendo traído e ateou fogo no quarto. Logo depois, ele empurrou a jovem de 19 anos no colchão em chamas.

Isabela Miranda de Oliveira foi internada com 80% do corpo queimado e morreu três dias depois por falências múltiplas de órgãos. No Bom Dia SP, Bocardi comentou: “Meninas, garotos, a turma toda aí na base do álcool, né. E aí acaba desta forma. Que coisa horrível”.

Publicidade

Internautas entenderam que o jornalista estava minimizando a culpa do suspeito pelo assassinado ao citar o uso de álcool e protestaram no Twitter.

Publicidade

Bocardi se explicou. “Antes de a gente mudar aqui de assunto, estou dando uma olhada aqui nas redes sociais… Pelo amor de Deus, gente, estão dizendo que nós culpamos, que eu ou a reportagem, culpou o álcool por esse caso absurdo”, disse.

O apresentador do Bom Dia SP disse ainda que só estava reforçado a história de que os jovens estavam em uma festa e todo mundo bebeu. “Só estava tentando aqui esclarecer como tudo aconteceu”, disse, terminando de explicar o seu comentário em cima da matéria e acalmando os críticos nas redes sociais.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br