in

Rodrigo Bocardi sofre grave acusação após caso de feminicídio e se defende ao vivo

Reprodução / TV Globo
Publicidade

O jornalista Rodrigo Bocardi se viu no centro de uma polêmica, na última sexta-feira (8) e precisou esclarecer o caso ao vivo durante apresentação do Bom Dia SP, na Rede Globo, após exibição de matéria que mostrava o trágico caso de feminicídio acontecido na região da Grande SP, no domingo de Carnaval.

O namorado matou a namorada queimada após flagrá-la na cama com o cunhado. A jovem estava alcoolizada e teria sido abusada. O namorado achou que estava sendo traído e ateou fogo no quarto. Logo depois, ele empurrou a jovem de 19 anos no colchão em chamas.

Isabela Miranda de Oliveira foi internada com 80% do corpo queimado e morreu três dias depois por falências múltiplas de órgãos. No Bom Dia SP, Bocardi comentou: “Meninas, garotos, a turma toda aí na base do álcool, né. E aí acaba desta forma. Que coisa horrível”.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Internautas entenderam que o jornalista estava minimizando a culpa do suspeito pelo assassinado ao citar o uso de álcool e protestaram no Twitter.

Bocardi se explicou. “Antes de a gente mudar aqui de assunto, estou dando uma olhada aqui nas redes sociais… Pelo amor de Deus, gente, estão dizendo que nós culpamos, que eu ou a reportagem, culpou o álcool por esse caso absurdo”, disse.

O apresentador do Bom Dia SP disse ainda que só estava reforçado a história de que os jovens estavam em uma festa e todo mundo bebeu. “Só estava tentando aqui esclarecer como tudo aconteceu”, disse, terminando de explicar o seu comentário em cima da matéria e acalmando os críticos nas redes sociais.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!