in

Luto: morre mãe do treinador da Seleção Brasileira, Tite, aos 83 anos

Reprodução / RBS TV / CBF
Publicidade

O treinador da seleção brasileira, Tite, está de luto. Morreu neste sábado (9), aos 83 anos, dona Ivone Bacchi, mãe do técnico. A idosa morreu em decorrência de causas naturais e o treinador da seleção vai viajar para Caxias do Sul, região serrana do Rio Grande do Sul, onde ocorrerá o velório e sepultamento.

O mundo do futebol já começou a se mobilizar por conta do falecimento de donda Ivone. Antes do clássico Ca-Ju, entre Caxias e Juventude, no Estádio Alfredo Jaconi, atletas fizeram um minuto de silêncio em homenagem à dona Ivone.

A mãe sempre foi uma grande incentivadora de Tite desde o início da carreira como treinador, nos anos 2000. Em 2001, por exemplo, Tite foi campeão gaúcho pelo Caxias e venceu a Copa do Brasil pelo Grêmio ao derrotar o Corinthians, no Pacaembu.

Publicidade

Durante a Copa do Mundo de 2018, dona Ivone acompanhava os jogos da seleção brasileira no colo. Bom filho, Tite sempre deixou claro o orgulho que tinha de sua mãe e que todo o sucesso na carreira acontecia por causa da criação recebida.

Publicidade

“Eu só cheguei até aqui porque eu tive uma grande mãe, um grande pai e um grande irmão”, afirmou o treinador. O auge de Tite na carreira foi em 2012, quando conquistou a Copa Libertadores da América e o Mundial de Clubes pelo Corinthians. Em 2016, assumiu o comando da seleção brasileira e teve o contrato renovado, em 2018, mesmo após eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo.

Ainda não foram divulgadas informações sobre horário e local do velório e enterro do corpo de dona Ivone Bacchi. O sepultamento, provavelmente, deve acontecer neste domingo.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br